NOVA ÁGUIA | Filosofia & Cultura Lusófona

PVP: 16,90 €
Internet: 15,21 € (-10%)

MEDITAÇÃO SOBRE A SAUDADE

Luís G. Soto


UMA DEMANDA E UMA PROPOSTA FILOSÓFICAS

Meditação Sobre a Saudade traça um movimento feliz entre a vivência, a experiência direta e a sua elaboração intelectual, à luz da longa tradição de estudos sobre a saudade. Neste ensaio, profundo e leve, são conjugados e procurados com harmonia e em equilíbrio a criação e o saber, até se chegar a uma perspetiva diferente e original, que recolhe os contributos de outros pensadores, beneficiando-se da sua riqueza.

A partir da experiência psicológica pessoal da morrinha e da saudade, ligada a lugares (uma ria, algumas praias), tempos (o verão, as férias) e épocas (a infância, a adolescência e a juventude), o autor faz um percurso, reflexionando, lembrando, interpretando, por alguns dos muitos trilhos que as culturas galega e portuguesa foram abrindo ao redor da saudade: a filosofia (Ramón Piñeiro, Teixeira de Pascoaes e António Sérgio, Carolina Michaëlis, Andrés Torres Queiruga, Paulo Borges), a pintura (Henrique Pousão, António Carneiro... Silva Porto), a escultura (Soares dos Reis), a poesia (Pondal... Carvalho Calero, Avilés de Taramancos). Deambulando entre a Galiza (O Pedrido, Ponteceso, A Corunha, Corme... Miño) e Portugal (Caminha, Luso, Amarante, Lisboa, O Alentejo... Porto), passo a passo, de autor em autor e de obra em obra, vai perfilando-se, elaborando-se e propondo-se uma nova conceção filosófica da saudade que faz ênfase nas dimensões comunicativa e coletiva, assim como no aspecto ativo e no contexto solidário.


Luís G. Soto (A Corunha, 1956) é licenciado em Direito (1978) e em Filosofia (1979) pela Universidade de Santiago de Compostela (USC). Doutor em Filosofia pela USC (1986) e em Direito pela Universidade Autónoma de Madrid (2010). Professor de Filosofia Moral na Faculdade de Filosofia e redator do Código Ético da USC. Publicou: Outramente Barthes (Nova Renascença, Porto, 1988), Paz, guerra e violencia (Espiral Maior, A Corunha, 2003), Aristóteles (Baía Edicións, A Corunha, 2003), a tradução ao galego de G. Hottois e J.-N. Missa (dirs.), Nova enciclopedia de bioética (USC, 2005), Paz, guerra y violencia (Espiral Maior, A Corunha, 2006), O espírito da letra (Espiral Maior, A Corunha, 2008) e Teoría de la justicia e idea del derecho en Aristóteles (Marcial Pons, Madrid‑Barcelona‑Buenos Aires, 2011). Coordenou Nova Renascença nº72/73 “Homenagem à Galiza” (Porto, 2001), dedicada à Galiza, R. Carvalho Calero e R. Piñeiro. Em 2012, recebeu o XIX Prémio Carvalho Calero de Investigação pelo ensaio O labirinto da saudade (Laoiovento, Santiago de Compostela, 2012). Em 2015, obteve o XIV Prémio Ramón Piñeiro de Ensaio pelo livro Barthes filósofo (Galaxia, Vigo, 2015).

Nº de Páginas: 144 | Formato: 16 x 23 cm | ISBN:978-989-677-121-8

SE GOSTOU DESTE LIVRO, TAMBÉM RECOMENDAMOS


ACTAS DO III COLÓQUIO LUSO-GALAICO SOBRE A SAUDADE
Coord.: Maria Celeste Natário, António Braz Teixeira,
Afonso Rocha, Renato Epifânio


ACTAS DO IV COLÓQUIO LUSO-GALAICO SOBRE A SAUDADE
Coord.:. António Braz Teixeira, Arnaldo Pinho,
Maria Celeste Natário e Renato Epifânio



TEORIA NOVA DA SAUDADE
Pedro Martins

FADO, SAUDADE & MYSTERY
Rémi Boyer

TEIXEIRA DE PASCOAES - SAUDADE, FÍSICA E METAFÍSICA
Maria Celeste Natário

HINÁRIO AO REI ENCOBERTO
Rémi Boyer


© 2015, Zéfiro - Edições e Actividades Culturais