Zéfiro | A Cada Instante Estamos A Tempo de Nunca Haver Nascido
Utilizamos cookies para dar uma melhor experiência e eficiência de navegação. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.
Entendi
Por favor aguarde
10 %
A Cada Instante Estamos A Tempo de Nunca Haver Nascido
A Cada Instante Estamos A Tempo de Nunca Haver Nascido
6,75 € 7,50 €
Poupe: 0,75 €

AFORISMOS
de Paulo Borges

  • ISBN: 9789728958619
  • Stock: Disponível
  • Editora: Zéfiro


Sobre o Livro

«Escrevo. Para iluminar o Inferno. Tu, que lês, comigo para sempre arderás nas trevas da luz infinita.
És o que há de mais precioso em todo o infinito universo. E por não o suportares tanto te prezas.
Busca o que mais temes, beija-o na boca e sê feliz para sempre!»

Este livro é o diário de bordo da viagem instantânea e infinita entre o antes e o depois de haver alguma coisa. O diário da experiência do que se não pode dizer, com todas as suas potências e possibilidades, todos os deuses, demónios, labirintos e abismos, todos os sagazes vislumbres e furiosos arrebatamentos que se acoitam nisso a que se chama existência e vida. O surpreendê-lo na anulação da distância, na palavra súbita e mínima, incandescente ou transida do impossível que incarna.

Na verdade este livro não existe, nunca começou a ser escrito e nunca cessará de o ser. Porque quem o escreve não é só quem julgas, mas, simultaneamente, tu próprio e Todo o Mundo-Ninguém. Aqui dialoga a presença com a ausência, aqui ressoa a presença-ausência, aqui canta a Saudade. Pois em tudo irrompe o mesmo fundo sem fundo da universal metamorfose, a mesma serpente que a tudo abandona como peles da nudez que para além de si e de tudo se empluma.

Este livro é um dos seus rastos. Não tentes segui-lo, pois o que importa é que te libertes, dele, de tudo e de ti. Que agora mesmo te dispas e morras e, neste preciso instante e lugar, ressuscites proclamando a todas as coisas o seu e teu eterno Despertar.


Biografia

Paulo Borges é professor do Departamento de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Presidente da União Budista Portuguesa, da Associação Agostinho da Silva e vice-presidente da Casa da Cultura do Tibete. Co-director da Revista Nova Águia e presidente do Movimento Internacional Lusófono. Presidiu à Comissão das Comemorações do Centenário do Nascimento de Agostinho da Silva. Membro da Comissão Organizadora das visitas de S.S. o Dalai-Lama a Portugal em 2001 e 2007. Tradutor-intérprete dos seus ensinamentos na última visita e de vários livros budistas. Sócio-fundador e membro da Direcção do Instituto de Filosofia Luso-Brasileira. Membro correspondente da Academia Brasileira de Filosofia. Membro Fundador da APERel – Associação Portuguesa para o Estudo das Religiões. Membro do Conselho de Direcção da Revista Lusófona de Ciência das Religiões.

Autor de centenas de artigos publicados em Portugal, Espanha, França, Itália, Alemanha e Brasil, além das seguintes obras: Poesia – Trespasse (1985), Capital (1988), Ronda da Folia Adamantina (1992); Ensaio filosófico – A Plenificação da História em Padre António Vieira. Estudo sobre a ideia de Quinto Império na “Defesa perante o Tribunal do Santo Ofício” (1995), Do Finistérreo Pensar (2001), Pensamento Atlântico (2002), O Budismo e a Natureza da Mente (com Matthieu Ricard e Carlos João Correia, 2005), Agostinho da Silva. Uma Antologia (2006), Tempos de Ser Deus. A espiritualidade ecuménica de Agostinho da Silva (2006), O Buda e o Budismo no Ocidente e na Cultura Portuguesa (organizador, com Duarte Braga, 2007), “O Budismo, uma proximidade do Oriente: ecos, sintonias e permeabilidades no pensamento português”, Revista Lusófona de Ciência das Religiões, Ano VI, nº 11 (2007) (organizador, com Duarte Braga), Princípio e Manifestação. Metafísica e Teologia da Origem em Teixeira de Pascoaes (2008), O Drama de Deus. Homogeneidade, Diferenciação e Reintegração em Sampaio Bruno (no prelo); Ficção – Línguas de Fogo. Paixão, Morte e Iluminação de Agostinho da Silva (2006); Teatro – Folia. Mistério de uma Noite de Pentecostes (2007).

www.pauloborges.net / serpenteemplumada.blogspot.com


Detalhes

Título: A Cada Instante Estamos A Tempo de Nunca Haver Nascido
Subtítulo: Aforismos
Autor: Paulo Borges
Editora: Zéfiro
Colecção: Nova Águia
Nº de Páginas: 182
Língua: Português
ISBN: 9789728958619
Ano de Edição: 2008
Encadernação: Capa Mole
Dimensões: 14 x 23 x 1,1 cm
Peso: 269 g

Categorias:

Filosofia
Filosofia > Filosofia Portuguesa
Filosofia > Filosofia Portuguesa > Nova Águia
• Os nossos Autores > Zéfiro > Paulo Borges
• As nossas Colecções > Zéfiro > Nova Águia


Opinião dos Leitores