Zéfiro | J. M. Ragon
Utilizamos cookies para dar uma melhor experiência e eficiência de navegação. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.
Entendi
Por favor aguarde
J. M. Ragon foi iniciado ainda jovem em Bruges, em 1804. Foi recebido na Logia y Capitulo de los Verdaderos Amigos. É considerado um dos mais ilustres maçons e um dos mais notáveis escritores da Ordem, pois suas obras exerceram grande influência entre os Irmãos de sua época. Foi membro do Grande Oriente do Rito de Misraim e da Ordem do Templo de Fabre Palleprat. Fundou e presidiu a célebre zSociedade dos Trinósofos, promovendo a união do Capítulo e do Areópago. Além disso, foi um dos integrantes do Supremo Conselho – Summum Supremum Sanctuarium – do Sagrado Círculo de Thelema (SCT). Ragon realizou algumas representações ritualísticas maçônicas em público, em 1817, cujos resultados influenciaram consideravelmente sua trajetória iniciática. Depois desse episódio, o Grande Oriente o proibiu de praticar o Rito de Misraim. Ele atendeu à ordem e, dias depois, passou a trabalhar publicamente com o Capítulo dos Trinósofos. Alguns diziam que Ragon possuía diversos documentos com os quais o famoso conde de Saint Germain lhe presenteara, e que, com ele, adquiriu notáveis conhecimentos a respeito da Maçonaria antiga. De suas diversas publicações, poucas podem ser encontradas, isso porque se supõe que algumas pessoas misteriosas tenham adquirido a edição completa de seus livros depois de sua morte. Portanto, suas obras são, hoje em dia, raridades. Entre estas está Ortodoxia Maçônica, publicada em língua portuguesa pela Madras Editora.
20 %

Ritual do Aprendiz Maçon

Preço: 11,92 € 14,90 €